Segurança do trabalho na indústria: por que é tão importante?

segurança do trabalho na indústria

O setor industrial é repleto de desafios, concorda? Um dos mais importantes deles é garantir a segurança do trabalho na indústria, de modo que todos os colaboradores tenham condições de exercer suas responsabilidades com o mínimo de riscos.

Como o tema pode gerar muitas dúvidas, até mesmo em quem já se acostumou com esse contexto, preparamos este conteúdo para ajudá-lo. Durante a leitura, explicaremos no que consiste o conceito, quais benefícios ele traz e o que pode ser feito para implementá-lo. Acompanhe!

O que é segurança do trabalho?

Com o objetivo de coletar as melhores informações para apresentar a você, conversamos com Flávio Lima, que é engenheiro e gerente de segurança da Belgo Bekaert Arames — empresa que tem mais de 20 anos de história como referência no mercado de fabricação de arames.

De acordo com o especialista, a segurança do trabalho pode ser entendida como um conjunto de ações realizadas a fim de diminuir o número de acidentes ocorridos no trabalho e de doenças ocupacionais. Sua finalidade é proteger a integridade do funcionário no ambiente organizacional.

Uma de suas principais ocupações é adaptar o espaço empresarial às necessidades dos colaboradores. Por consequência, são tomadas algumas medidas administrativas, médicas e técnicas, como:

  • estudar a legislação correspondente;
  • analisar as principais causas de acidentes e doenças;
  • aplicar EPIs (equipamentos de proteção individual) e EPCs (equipamentos de proteção coletiva);
  • avaliar os resultados obtidos;
  • sugerir ações corretivas;
  • realizar vacinações conforme o risco da função, caso exista;
  • registrar os dados elaborados segundo as normas vigentes;
  • executar campanhas voltadas à medicina do trabalho;
  • oferecer palestras e treinamentos;
  • entre outras.

O quadro de segurança do trabalho em uma empresa deve ser composto por uma equipe multidisciplinar, também chamada de SESMT — Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho. Nela, é preciso que haja os seguintes profissionais:

  • Médico do Trabalho;
  • Técnico de Segurança do Trabalho;
  • Enfermeiro do Trabalho;
  • Engenheiro de Segurança do Trabalho.

Quais os benefícios da segurança do trabalho na indústria?

Para Flávio, a segurança do trabalho na indústria deve ser encarada como um verdadeiro investimento, visto que, de modo geral, ela é uma forma de investir nas pessoas, que representam um valor cada vez maior para as corporações. Afinal, um colaborador seguro e satisfeito tende a apresentar níveis maiores de produtividade.

“Quando se investe em pessoas, todas as áreas da empresa são beneficiadas. Para as organizações que sabem dessa importância, ela não é vista apenas como segurança, mas sim como algo que faz parte de todo o negócio”, explica o engenheiro.

Conserva melhor as instalações

Ao ser questionado se as vantagens iam além das pessoas, o especialista afirma que, ao investir em recursos humanos, também se investe no gerenciamento da empresa. Consequentemente, tanto a parte humana, quanto as edificações, as estruturas e o patrimônio são beneficiados.

A justificativa dada por Flávio para isso é que, com a conscientização das pessoas, elas estarão preocupadas em proteger o ambiente de trabalho e suas instalações físicas. Trata-se, portanto, de um conjunto de ações, que acontecem de maneira paralela.

Reduz os custos

A redução de custos pode ser atingida por meio desse investimento. “Com o trabalho sobre o comportamento, é possível criar um sentimento de propriedade nas pessoas”, argumenta Flávio.

Nessa perspectiva, o colaborador tende a agir com independência, cuidando de si e de seus colegas. De forma indireta, isso se reflete em alguns indicadores da indústria, como a qualidade da produção e a otimização dos custos. Ou seja, ao valorizar a segurança das pessoas, diversos índices são melhorados.

Evita o retrabalho

O retrabalho é caracterizado pela necessidade de refazer algo que já foi feito, ou seja, ele causa um impacto negativo, pois se configura como um desperdício — de materiais, de tempo e/ou de recursos variados. Sendo assim, é preciso evitá-lo sempre que possível, e a segurança do trabalho industrial pode ajudar bastante nesse sentido.

Com a valorização e o decorrente engajamento das pessoas não só com a própria segurança, mas também com a empresa, o desperdício tende a diminuir consideravelmente.

Segundo Flávio, quando as pessoas se veem valorizadas pela organização, torna-se mais provável que se preocupem com os outros indivíduos e com as questões que são relevantes para a empresa.

Como implementar a segurança do trabalho minha empresa?

De acordo com o Flávio, o primeiro passo a ser dado é contar com profissionais devidamente capacitados, que tenham os conhecimentos necessário para liderar um processo que se vale da transformação cultural da empresa.

Apesar de existirem normas, procedimentos e regras imprescindíveis, é impossível estabelecer a segurança do trabalho sem que ocorra uma mudança na mentalidade organizacional.

Para exemplificar a questão, o engenheiro comenta sobre o programa aplicado na empresa onde atua. Segundo ele, a segurança é desenvolvida a partir de quatro pilares fundamentais, que são assim divididos:

  • liderança pelo exemplo: todos os níveis hierárquicos devem se engajar com o projeto;
  • gerenciamento de riscos: é a identificação de todas as possíveis ameaças inerentes às atividades exercidas na indústria em questão;
  • comportamento e comprometimento: é um trabalho voltado à conscientização e à preocupação dos trabalhadores com a segurança (a própria e a dos outros);
  • sustentabilidade: a sustentabilidade é essencial para implementar os outros pilares sem afetar as atividades e a base do negócio.

Dessa forma, a transformação da cultura deve ser pensada para estabelecer a interdependência em prol da segurança, ou seja, todos se cuidam, por meio de uma estrutura sustentável e liderada por gestores que também reconhecem a importância de toda uma cadeia de responsabilidades: do planejamento à execução.

Embora isso não dispense a demanda de ter pessoas capacitadas para administrar esse processo, o engajamento dos líderes desponta como um fator indispensável para alcançar o sucesso durante a implementação.

A segurança do trabalho na indústria é necessária e, ao mesmo tempo, bastante estratégica, porque pode contribuir com a otimização de diversos fatores que interferem no desempenho e nos resultados da organização. Portanto, lembre-se de valorizá-la em seu negócio.

Se você gostou do texto, aproveite para assinar nossa newsletter gratuita e receba conteúdos exclusivos em seu e-mail!

Powered by Rock Convert
Deixe um comentário