pontes em estradas vicinais

Uso de gabiões na reconstrução de pontes em estradas vicinais: entenda!

O transporte rodoviário tem uma importância vital para o Brasil. Nesse cenário, as pontes em estradas vicinais são fundamentais para a chegada de insumos aos centros produtivos e para o escoamento da sua produção ao país. Contudo, pouca atenção se dá para estas vias secundárias, em sua maioria não pavimentadas, com acesso dificultado, principalmente em épocas de chuvas e de cheias de rios.

A construção de uma ponte, por menor que seja, pode ser um investimento elevado para um município. Todavia, uma solução oportuna é o uso de gabiões e de tabuleiros pré-fabricados em concreto protendido na construção e na recuperação dessas obras, devido a sua praticidade e ao custo-benefício geral que conferem ao empreendimento.

Para tratarmos o assunto, conversamos com os engenheiros civis José Guimarães Ribeiro Junior e Raul Neuenschwander, que têm empreendido um modelo de ponte com ombreiras em gabiões e tabuleiro pré-fabricado em concreto protendido (pós-tensão). Confira!

A estabilidade como fator primordial na construção civil

Independentemente da área específica, a Engenharia une e interliga diversos conhecimentos especializados para viabilizar soluções para as comunidades. Na Geotecnia, a aplicação desse conhecimento busca contornar determinadas condições de estabilidade de terrenos que causam problemas e atrasos nas atividades dos municípios.

Portanto, os profissionais que atuam na área levam em consideração a técnica, a economia da obra e a maneira como ela impacta a sociedade e o meio ambiente. Nesse contexto, a estabilização na obra — durante e após a sua conclusão — é fundamental paragarantir a segurança da equipe e de toda a comunidade que fará uso constante das pontes em estradas vicinais.

A importância das pontes em estradas vicinais

Como mencionamos no início do artigo, além das vias secundárias serem rotas primordiais para a distribuição de produtos agropecuários, elas são essenciais para promover o acesso a serviços básicos de saúde, lazer e educação à população rural. Contudo, a existência de córregos e rios com dinâmica de cheia e vazante em rios e cursos d’água se mostram presentes em certos trajetos. Com isso, as pontes se tornam estruturas cruciais para contornar esse tipo de problema.

“Em toda a área rural, você tem um obstáculo, que é um córrego ou uma passagem de nível, um atoleiro ou algo que você precisa transpor. Geralmente, são necessárias várias pontes, e o pessoal faz com muita dificuldade uns tipos de pontes com concreto, que são caras”, comenta José Jr. “E nós criamos uma ponte em que toda a estrutura é apoiada em gabiões. Isso torna a obra mais rápida e mais prática para atender a qualquer local do Brasil”, complementa Raul.

Os engenheiros explicam que o uso de gabiões e de tabuleiros pré-fabricados em concreto protendido em pontes de estradas vicinais é muito simples, sendo possível o emprego da mão de obra da região, não sendo necessário um trabalhador especializado, como é o caso de pontes convencionais de concreto armado. “Com mão de obra local e recomendações básicas você consegue fazer”, afirma Raul.

A aplicação de gabiões em pontes em estradas vicinais

Os engenheiros explicam que geralmente nas áreas rurais e em estradas vicinais os obstáculos não são de grandes dimensões, se caracterizando como córregos e riachos. Com isso, no geral as pontes têm pequenos vãos.

A instalação dos gabiões é executada de maneira simples. José Jr. diz que é necessário apenas levar as telas para o local e usar as pedras do próprio território ou das proximidades região para preenchê-las. “Então, montamos a estrutura de gabião tipo caixa, utilizando uma contenção de cada lado com fundo revestido em gabião tipo colchão, que pode variar de 0,30 m a 0,50 m de espessura.”

Na etapa seguinte é feito o tabuleiro, que atinge um vão de oito metros. “Pode-se fazer tabuleiros com vãos maiores, porém para estradas vicinais usamos até oito metros, que possuem resistência de até quarenta e cinco toneladas”, explica José Jr.

Conheça os sistemas de proteção contra desprendimentos e quedas de rochas em obrasPowered by Rock Convert

“Fazemos dois vergões de ponte com esse vão livre — a vantagem dessa estrutura de gabião é ser flexível e drenante; ela distribuirá as tensões no solo de forma uniforme, evitando deformações na estrutura. Por fim colocamos o tabuleiro, que é rígido e fixo, por cima desses encontros de gabiões”, complementa.

O emprego de pré-fabricados ou pré-moldados de concreto em tabuleiros de pontes para estradas vicinais

José Jr. explica que o tabuleiro que é posicionado acima do gabião possui dimensões específicas para atender a demanda de carga rodoviária estabelecida em norma para cada tipo de via, assim como outras demandas especiais. “Nós mandamos uma fôrma para o local, acompanhada das cordoalhas engraxadas”, diz o especialista. “O tabuleiro é um painel moldado no local, o que favorece o emprego de mão de obra da comunidade”, complementa Raul.

E o engenheiro continua: “A fôrma é padronizada e geralmente é fixada no chão. Após este processo são colocadas a armadura e as cordoalhas, encomendadas sob medida. É só posicionar e concretar. Logo depois, se torna necessário esperar o concreto adquirir a resistência inicial, sendo em geral um período de três dias. Por fim, se torna possível içar e posicionar a estrutura em cima do gabião”.

Raul comenta que existem painéis de outros modelos, mas que eles optam pela pós-tensão com a cordoalha engraxada, pois dessa forma há mais controle sobre as deformações do concreto. “Os painéis pré-tensionados já vêm com toda carga de protensão e, às vezes, eles têm uma deformação excessiva que dificulta o nivelamento. Com a pós-tensionada, você tem controle total sobre a deformação do painel”, finaliza.

Os engenheiros também lembram que as pontes para estradas vicinais são construídas de acordo com as normas, principalmente de definição de cargas. As estruturas dos gabiões e dos tabuleiros pré-fabricados atendem às demandas das regulamentações.

Em relação à manutenção em pontes, os especialistas comentam que as de estradas vicinais devem ser acompanhadas como qualquer outra estrutura. É obrigatório fazer vistorias periódicas, mas nada diferente do que se faz com qualquer outra ponte.

Os benefícios dos gabiões e dos tabuleiros pré-fabricados em concreto protendido em pontes vicinais

Os engenheiros destacam a funcionalidade dos gabiões e a praticidade dos tabuleiros como as grandes vantagens desse modelo construtivo. Os gabiões têm um grande apelo sustentável, pois eles são altamente drenantes, não interferindo nos cursos d’água. “A estrutura até protege o leito dos córregos, reforçando o seu fundo. É uma solução ecologicamente correta”, expõe Raul.

“Além de serem flexíveis e drenantes, utilizamos as pedras do local e a mão de obra da comunidade. Logo, o processo se torna rápido de executar, é só dimensionar as seções dos gabiões”, completa José Jr. Os gabiões também servem para outras construções, como passagens subterrâneas, canais que precisam ser fechados para evitar enchentes etc.

Outro grande benefício desse tipo de construção de pontes é a velocidade com que são construídas. José Jr. menciona que a estrutura do gabião é construída em quinze dias, e o vão de oito metros, com pista de sete metros de largura, pode ser feito e entregue em trinta dias, no máximo. Em um condomínio em Esmeralda (MG), foram montadas três pontes (duas pontes de cinco metros de largura e uma de sete) em apenas um dia.

Como você pôde perceber, o uso de gabiões e tabuleiros pré-fabricados em concreto protendido em pontes de estradas vicinais traz inúmeras vantagens para todos os envolvidos com a obra. Rápidas, eficientes e seguras, essas construções ainda são sustentáveis e envolvem o trabalho da comunidade local.

Quer entender melhor como funcionam essas estruturas? Então, saiba agora o que é gabião, quais são os tipos e como utilizá-los!

Powered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.