gabião para proteção de encosta

Gabião para proteção de encosta: como pode ajudar a evitar deslizamentos?

O uso do gabião para proteção de encosta é uma alternativa com diversas vantagens para obras geotécnicas. Isso é dito tanto em termos de segurança quanto de estabilidade, sendo ambas características fundamentais no sucesso de qualquer projeto de engenharia. Portanto, torna-se relevante compreender como a estrutura atua e quais benefícios advêm de seu uso.

Com a intenção de auxiliar no entendimento das funcionalidades do gabião como forma de proteção de encosta, entrevistamos o analista de aplicação da Belgo Bekaert Arames, Daniel Rodrigues Jardim. Ele traz informações essenciais para que os profissionais da área de geotecnia otimizem suas obras.

Se você deseja conferir o olhar de um especialista em relação ao tema, não deixe de prosseguir com a leitura!

Por que se preocupar com a proteção de encostas?

Projetos maximizados em eficiência levam em conta diversos fatores. É preciso que haja otimização do uso de recursos, excelência técnica e processos executados com poucos gargalos. Contudo, é essencial colocar como prioridade uma construção cuja qualidade se mantenha longeva. Isso evita desastres e acidentes perigosos, como os deslizamentos, ou mitiga suas consequências, a depender da concepção do projeto.

Considerar os possíveis mecanismos de rupturas nas encostas, utilizar soluções técnicas e materiais adequados são pontos obrigatórios para que uma obra traga os melhores resultados possíveis. No sentido de priorizar segurança e estabilidade, o uso do gabião é consagrado na engenharia geotécnica latino americana.

Os deslizamentos geralmente causam graves problemas em variadas extensões, sobretudo quando suas consequências atingem um contexto urbano. Eles podem não apenas provocar sérios danos ao meio ambiente, mas também atingir a saúde das pessoas e gerar prejuízos a propriedades no entorno dos taludes.

Em eventos de maior porte, esperam-se elevados custos para reparação dos danos, sejam eles materiais, de origem biológica ou associados à imagem de empresas e governos. Esses são apenas alguns dos motivos pelos quais a preocupação com a proteção das encostas deve ser levada a sério.

Segundo Daniel Jardim, o gabião pode ser dimensionado para contenção de movimentos lentos — a ruptura de um talude comum, por exemplo — ou mesmo de eventos rápidos e violentos — como as corridas de lama. “Em ambos os casos o gabião é aplicável. Ele atua tanto na forma de uma barreira protetiva contra impacto quanto na formação de uma contenção, propriamente dita”. Vamos entender um pouco mais sobre seu funcionamento.

Como o gabião pode ser utilizado na proteção das encostas?

Como dito, a utilização desse tipo de estrutura é bastante versátil. Sua ação depende do projeto em si, conforme explica o profissional. “Um gabião para proteção de encosta, por definição geotécnica, é um muro que atua por ação da gravidade. Ou seja, seu próprio peso contribui para resistir a esforços de tombamentos e deslizamentos, que são dois dos principais mecanismos que você avalia, conforme a norma brasileira NBR 11.682”.

Neste caso é construído um aterro atrás do gabião. A soma dos pesos de ambos, em contato com a superfície a ser estabilizada, gera uma resistência que impede que movimentos de massa tomem forma — uma espécie de contrapeso que mitiga quaisquer movimentações.

Conheça os sistemas de proteção contra desprendimentos e quedas de rochas em obrasPowered by Rock Convert

Já para movimentos dinâmicos, a atuação é outra. “Se você tiver o desprendimento de um bloco de rocha, por exemplo, é possível dimensionar a estrutura em termos desse esforço de impacto específico. Então, o processo será um pouco diferente. Enquanto no primeiro há um mecanismo estático, no segundo é necessário executar uma análise do esforço dinâmico em regime transitório”.

A funcionalidade do gabião para proteção de encosta depende de seu dimensionamento, que pode ser aplicado em ambos os cenários apresentados. Além disso, é preciso realizar um tratamento global da encosta. Isso inclui a utilização de soluções combinadas de:

  • drenagem, que deve levar em conta a microbacia hidrográfica em questão;
  • adoção de um fator de segurança ideal, considerando os cenários e o local;
  • execução de retaludamento;
  • revegetação do talude ou uso de solução de bioengenharia para controle de erosão.

Sem a preocupação com as especificidades do local em que a construção será feita é possível até mesmo enfrentar a perda parcial ou total da funcionalidade da estrutura.

Quais são os benefícios do gabião para a proteção de encostas?

Além da estabilidade e da segurança, características já apresentadas, outras vantagens são atribuídas à estrutura em questão. A primeira delas é o seu funcionamento adequado tanto em obras hidráulicas (como canalizações) quanto em contenções. Em outras palavras, a presença ou não da água não impede um bom desempenho, o que promove versatilidade.

Como já é de seu conhecimento, há diversos modelos para diferentes aplicações, como gabiões para obras de contenção em obras viárias, contenções ancoradas em maciço, obras de retificação de córregos e canalizações, obras de drenagem, etc. Para essas obras, os principais insumos de aço utilizados são os gabiões do tipo caixa, saco e colchão. “O do tipo caixa é o material base para constituir o muro de contenção em gabião. No entanto, se você está em um local de aplicação com um curso de água, o tipo saco é capaz de constituir uma base mais resistente, e o colchão reduz o risco de erosão da base do muro”, explica o analista.

Finalmente, tem-se a simplicidade do conceito e a aplicabilidade do gabião para a proteção de encosta. Contudo, o especialista alerta à importância de uma boa execução. Em união à qualidade dos materiais utilizados, a expertise e a competência profissional são capazes de gerar incríveis resultados.

“A princípio parece ser simples. Porém, existem diversos critérios e procedimentos a serem executados na intenção de que o resultado seja adequado. Em suma, uma boa execução gera uma boa obra. É preciso levar todo o processo com seriedade e contar com apoio e conhecimento técnico.”, afirma Jardim.

De que maneira a Belgo pode ajudar?

A Belgo trabalha com gabiões em sua Linha GeoTech. O uso da tecnologia Bezinal e Bezinal + PVC aborda soluções geotécnicas e contenções hidráulicas, estando disponível nos tipos caixa, saco e colchão. A proposta de um produto com alta carga de expertise, como é o caso da Belgo, é garantir:

  • integração com o meio ambiente;
  • resistência;
  • segurança;
  • estabilidade nas estruturas;
  • durabilidade;
  • proteção extra contra corrosões em função de uma liga de arame de altíssima qualidade;
  • permeabilidade.

O profissional complementa dizendo que “a equipe da Belgo tem plena condição de oferecer apoio, tanto na questão de dimensionamento quanto na discussão da aplicabilidade e execução da obra”.

Contar com uma empresa conhecida por suas soluções inovadoras, seu compromisso com a sustentabilidade e seu amplo contato com a tecnologia é essencial ao buscar o gabião para proteção de encosta ideal no combate aos deslizamentos e demais problemas. Dessa forma, ele cumprirá todos os requisitos de conformidade.

Portanto, se você deseja adquirir materiais de alto padrão, acesse o nosso site e conheça os gabiões da Belgo. Seu desempenho é voltado às soluções e às contenções hidráulicas e geotécnicas e é capaz de otimizar os resultados de sua obra!  

Powered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.