processos industriais

Como melhorar os processos industriais reduz custos e aumentar a produtividade

Guia completo sobre aplicação de fibras de aço na construção civilPowered by Rock Convert

Os processos industriais são aqueles que dão origem a diversas mercadorias fabricadas por grandes empresas. Desde a Revolução Industrial, as organizações buscam meios de economizarem recursos e se tornarem mais produtivas em suas operações.

Hoje, com o avanço da tecnologia, elas contam com um cenário mais complexo, que viabiliza a criação e otimização de novas metodologias. Com isso, conseguem aumentar, também, a qualidade do produto ou serviço ofertado.

Conversamos com a agente regional de mudança da Belgo Bekaert, Karina Pereira, para entender como é possível melhorar os processos industriais nas empresas e aumentar a produtividade. Confira!

Como melhorar os processos industriais

A evolução dos processos industriais deve ser uma preocupação não só dos gestores, mas sim de todos os colaboradores da empresa. É importante que eles analisem as necessidades e peculiaridades dos processos em que estão envolvidos para detectar os pontos de melhoria.

Selecionamos abaixo algumas maneiras para você identificar qual metodologia se encaixa melhor no seu caso.

Digitalização de processos

Como falamos acima, a tecnologia é uma importante aliada na otimização de processos. A partir dela, foi originado o conceito de indústria 4.0 — muito conhecido atualmente. Ele consiste na automação de processos e utilização de dados para a tomada de decisões com intuito de reduzir custos e aumentar a produtividade da operação.

Karina explica que a digitalização dos processos facilita o acesso a informações e permite a tomada de decisões de maneira muito mais ágil e precisa, transformando o resultado de forma direta. Caso não seja um resultado positivo, tal automação permite a reversão por meio de uma nova tomada de decisão, também muito rápida.

Ela também faz um alerta importante: a indústria 4.0 é fundamental para eliminar desperdícios, mas precisa de pessoas trabalhando nisso. A agente ressalta que a conectividade resultante da indústria 4.0 não significa nada sem a devida análise e elaboração de planos de ação por parte dos colaboradores.

Estudo de tempo

O estudo de tempo é uma metodologia muito comum na administração de processos industriais. Ela é aplicada quando deseja-se conhecer o tempo necessário para realizar determinada tarefa, a fim de torná-la mais eficiente. Para isso, é utilizado um cronômetro.

Após análise de todas as etapas de uma operação, é preciso identificar quais delas podem ser alteradas ou até mesmo eliminadas. Assim, são deixados somente os movimentos que agregam valor à produção.

Nessa metodologia, o engajamento e o alinhamento entre os gestores e colaboradores são ainda mais importantes, com relação às outras etapas. Karina expõe que as melhorias surgem por meio dessas trocas de informações e sugestões dos trabalhadores.

Layout de máquina

A forma como as máquinas ficam dispostas na indústria influencia diretamente no rendimento de uma ou mais etapas do processo. Sendo assim, a técnica de layout de máquinas, — que tem origem na administração —, surgiu para melhorar a interface e, consequentemente, a produtividade das operações.

Na prática, é realizada a avaliação da planta do estabelecimento juntamente a uma análise do trabalho dos envolvidos na produção. A partir disso, é possível verificar como a disposição das máquinas pode reduzir custos operacionais e melhorar a produtividade da organização.

Nesse processo, é importante levar em consideração os tópicos previstos pelas normas regulamentadoras — as proteções físicas requeridas pela NR-12, o tamanho dos corredores e as especificidades da sinalização —, evitando acidentes de trabalho. Além disso, podem ser identificadas necessidades como a utilização esteiras transportadoras ou equipamentos de elevação, a fim de facilitar o trabalho dos colaboradores.

Sistema Lean

O foco desse sistema é reduzir ao máximo o desperdício de sete diferentes fatores. São eles: superprodução, tempo de espera, transporte, excesso de processamento, inventário, movimento e defeitos.

O Sistema Lean também é conhecido como Sistema de Toyota de Produção, pois foi criado na montadora japonesa. Hoje, é aplicado em diversos segmentos de mercado. Contudo, abordaremos apenas sua aplicação na indústria.

Nesse caso, é realizada uma revisão dos materiais utilizados em todos os processos. O objetivo é reduzir o número de produtos que não estão dentro do padrão de qualidade e otimizar o uso de cada um deles, diminuindo seu desperdício. Após a análise, novos padrões são criados e processos são adaptados.

Benefícios da melhoria de processos industriais

Todos os métodos citados acima têm o objetivo de promover uma evolução nos processos industriais. Essa é uma vantagem comum a qualquer uma das metodologias — que são implementadas pelas empresas e profissionais que buscam avanços em suas operações.

Entretanto, adotar uma dessas estratégias pode trazer inúmeros outros benefícios para a produção de uma empresa. Veja, a seguir, as principais melhorias originadas com a adoção dos processos industriais.

Produtividade

A análise dos processos industriais faz com que as lideranças tenham melhor conhecimento sobre a produtividade da fábrica — tanto dos trabalhadores quanto das máquinas. Dessa forma, é possível identificar qual etapa faz com que a produção não esteja sendo proveitosa.

É importante destacar que estamos relacionando produtividade com a eficiência da produção. Ou seja, o quanto as máquinas e equipes conseguem produzir em um determinado período de tempo. Logo, uma produção maior garante mais produtos para vender. Assim, é possível aumentar a sua carteira de clientes.

Diminuição de desperdício e redução de custos

É difícil encontrar uma liderança empresarial que não tenha a pretensão de reduzir o custo de produção dos seus itens. Para tanto, diminuem os gastos na fabricação de determinado item. Isso acontece em função da busca por uma maior margem de lucro ou de negociação.

A diminuição do desperdício de resíduos e matéria-prima, por exemplo, está diretamente relacionada à redução de custos e ao aumento de produtividade nas indústrias. No mais, impacta positivamente a sustentabilidade ambiental.

De acordo com Karina, esse é o principal objetivo da análise dos processos industriais da Belgo Bekaert em todo o mundo. Ela expõe que essa redução passa por todas as áreas — do consumo de insumos e energia elétrica até o índice de não conformidade.

Produtos de mais qualidade

Buscar a produção de mercadorias com mais qualidade também é um dos objetivos das empresas que realizam melhorias nos processos industriais. Esse é outro benefício que pode ser relacionado com a maior produtividade da planta.

Para a indústria, isso significa fazer produtos melhores com menor número de erros e menos recursos materiais e humanos. Além disso, a eficácia aumenta o valor que determinado produto traz ao seu público-alvo, elevando também a confiabilidade dos clientes na sua empresa.

Essas são apenas algumas técnicas utilizadas para melhorar os processos industriais. Para estar atento a todas as nossas dicas sobre a indústria, acompanhe nossos perfis nas redes sociais. Estamos no Facebook e no LinkedIn!

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.