Concreto bombeado: conheça as vantagens e os cuidados necessários em sua aplicação

Com o avanço das tecnologias construtivas e a constante busca por produtividade nos canteiros de obra, o bombeamento do concreto se tornou uma operação essencial e aliada à boa execução de elementos estruturais de edifícios.

O planejamento de uma obra requer cuidado no cálculo do orçamento e do tempo que serão necessários para a conclusão. O uso dos materiais e das técnicas corretas podem garantir que a execução fique dentro do planejado. Um bom aliado de grandes obras é o concreto bombeado, que traz diversas vantagens em seu uso.

Para este post, entrevistamos Paulo Souza, diretor técnico e comercial da Bombas Canaan, empresa especializada em equipamentos e serviços para concreto bombeado. Paulo tem amplo conhecimento na área e solucionou algumas dúvidas sobre o uso desta tecnologia, suas vantagens e cuidados na aplicação. Também contamos com a participação do engenheiro Gelmo Chiari Costa, Gerente de Produtos da Belgo Bekaert.

Se você quer conhecer mais sobre o assunto, continue a leitura!

Afinal, o que é o concreto bombeado?

Podemos distinguir dois termos muito próximos: concreto bombeado e concreto bombeável. O primeiro termo refere-se ao ato ou operação de bombear o concreto do caminhão-betoneira ao ponto de lançamento do compósito na forma do elemento estrutural em questão.

Já o segundo termo diz respeito ao concreto concebido com um traço adequadamente dimensionado para prover ao compósito características favoráveis à operação de bombeamento.

Segundo o diretor Paulo Souza, o uso das proporções adequadas na produção do concreto bombeado faz com que o produto final seja mais homogêneo. Consequentemente, é mais confiável e pode ser aplicado na quantidade correta, sem que o engenheiro precise se preocupar em relação à resistência do produto.

Em síntese, um concreto bombeável precisa apresentar, em sua formulação, proporções de elementos constituintes capazes de conferir ao compósito maior lubricidade, o que favorecerá sua movimentação pela tubulação.

Esse concreto é transportado por pressão, com a ajuda de mangueiras flexíveis ou tubos rígidos, sendo descarregado diretamente nos pontos em que deve ser aplicado.

Quando devo utilizar o concreto bombeado?

Evidentemente, bombear o concreto implica em locação de uma estrutura de bombeamento e custos adicionais inerentes a essa operação. Entretanto, quando o concreto não pode ser vertido diretamente da betoneira ao local de lançamento, faz-se necessário o emprego da estrutura de bombeamento. Alguns exemplos são: prédios multiandares, subsolos com pé direito reduzido e pisos industriais ou pavimentos armados com telas ou aço de protensão.

O concreto bombeado pode ser usado sempre que existir disponibilidade regional dessa tecnologia. Sabe-se que o concreto é um material, um compósito particulado de cura hidráulica, que tem um tempo de reação e de endurecimento a partir do momento em que recebeu sua água de amassamento. Isso impõe ao material um tempo de transporte, de lançamento, vibração e de acabamento.

Então, é muito recomendado para obras em locais de difícil acesso ou que precisam ser finalizadas em menos tempo, já que a aplicação é muito mais rápida do que uma movimentação vertical ou transporte manual do concreto até o ponto de lançamento.

Em lajes, por exemplo, a concretagem desse espaço deve ser feita de uma vez só e precisa de algo que agilize o processo. Portanto, o uso do concreto bombeado é recomendado para casos em que há a necessidade do lançamento de um grande volume de concreto em um curto período de tempo.

Quais são as particularidades do concreto bombeável?

O concreto bombeável conta com o acréscimo de aditivos que faz com que o compósito tenha além da resistência de projeto, características relacionadas à plasticidade, lubricidade, homogeneidade e tempo de pega corretamente ajustados à operação de recalque. Tudo isso a favor do desempenho e da durabilidade esperada.

Gelmo Chiari comenta aspectos específicos de concreto com adição de fibras de aço aplicado com bombeamento. Ele adverte sobre a importância do trabalho técnico do tecnologista do concreto quanto a um refinamento do traço do compósito, especialmente da parte argamassada do concreto (agregados finos, cimento, água e ar), conforme características regionais dos materiais constituintes.

Via de regra, um concreto reforçado com fibras de aço bombeado demanda um teor de argamassa entre 52 e 57%. Nesses casos, é frequente fazer uso de adições de cinzas volantes, que melhoram a lubricidade e o bombeamento.

Finalmente, Gelmo Chiari salienta que um concreto com curva granulométrica contínua, ou seja, com tamanho de agregados bem distribuídos ou bem graduados, tende a demandar menor consumo de pasta e obter os benefícios inerentes a esse fato, inclusive para o bombeamento.

Quais são as vantagens da sua aplicação?

A utilização da bomba permite o acesso a locais que não podem ser concretados com o apoio de carrinhos de mão, guinchos e gruas. Podemos citar edifícios muito altos ou obras com longa distância.

A aplicação feita por bombas é bem mais rápida e, portanto, otimiza o tempo da obra. Essa característica ajuda a manter o cronograma e a entrega dentro do prazo.

Quais são os cuidados na hora de aplicar o concreto bombeado?

A aplicação do concreto bombeado exige alguns cuidados para garantir a eficiência do processo e a segurança da obra. Destacamos os principais a seguir.

Composição do concreto

O concreto bombeado deve ter uma consistência fluida, para que não ocorram problemas no transporte do compósito. Paulo recomenda atenção ao slump específico na nota, evitando a formação de grumos na tubulação e na mangueira.

Canteiro de obras

O canteiro de obras deve estar devidamente organizado para que a aplicação do concreto bombeado seja feita da maneira correta, sem maiores problemas. Para isso, é preciso um pouco de planejamento prévio: delimitar com antecedência a área em que a bomba vai ser posicionada e verificar os horários em que a circulação de caminhões é permitida.

Paulo Souza destaca também a importância de checar as condições de escoamento e confirmar se o local está realmente pronto para receber o concreto bombeado.

Manutenção do bombeamento

O uso do concreto bombeado não permite várias interrupções, uma vez que o material pode endurecer dentro da tubulação e causar diversos problemas.

Por isso, é importante fazer a aplicação de uma só vez, mantendo a bomba sempre limpa. Não se esqueça de testar com antecedência se a bomba está funcionando corretamente, checando sua lubrificação interna.

Comunicação da equipe

Os trabalhadores que estão na parte de cima do local da aplicação conseguem visualizar se o concreto está sendo usado corretamente e com a fluidez indicada. Essas informações, além do aviso para a interrupção da subida de material, devem ser passadas ao responsável pela operação da bomba.

É indispensável haver clareza nessa comunicação para que o concreto seja colocado corretamente, evitando desperdício de material.

Limpeza da tubulação

Assim como uma boa manutenção dos equipamentos durante a aplicação do concreto é importante, esse cuidado também deve ser tomado ao final do trabalho.

A limpeza evita a formação de obstáculos que impedem a passagem do concreto nos próximos usos. Além disso, pode tirar até 3 m² de concreto, que pode ser reaproveitado em outras aplicações. Por isso, deve ser feita logo após o processo, antes que a substância seque dentro da mangueira.

No caso das bombas, essa manutenção é feita com uma esfera, que deve atravessar toda a extensão da tubulação.

O engenheiro Gelmo Chiari comenta sobre uma regra básica para o caso do bombeamento de concreto com fibras de aço. O diâmetro da tubulação deve ser, aproximadamente, 1,5 vezes o comprimento da fibra. Como a maior fibra tem 60 mm de comprimento, tubos com 4 a 5 cm atendem perfeitamente esse quesito.

O concreto bombeado danifica o equipamento?

Há uma preocupação de que o uso do concreto bombeado com fibras de aço possa danificar os equipamentos de aplicação. Sobre isso, Paulo afirma que o equipamento não é danificado, mas que é necessária uma atenção maior com as peças que entram em contato direto com o compósito fibroso, como as camisas de transporte e manchetas.

Com essas informações, você já pode pensar no uso de concreto bombeado para as próximas obras, afinal, você entende como usá-lo, quando é necessário e quais cuidados devem ser tomados para uma perfeita aplicação.

Se você tem interesse em acessar mais informações sobre construção civil, aproveite para conferir o nosso post que fala sobre como o uso das tecnologias na construção civil está transformando o setor.

 

Powered by Rock Convert
Deixe um comentário