Qual o melhor tipo de cerca para produção de gado de corte?

  • Home
  • Pecuária
  • Qual o melhor tipo de cerca para produção de gado de corte?
qual-o-melhor-tipo-de-cerca-para-producao-de-gado-de-corte.jpeg

Afinal, você saberia dizer qual é o melhor tipo de cerca para a produção do gado de corte? Quanto essa escolha interfere nos custos de produção? Existe uma categoria de arame que combina mais com essa modalidade de criação?

Pensando nessas questões, produzimos este artigo. Ao longo do texto, você entenderá como o cercamento influencia no bem-estar animal e de quais formas ele propicia o aumento da produtividade.

Aproveite o conteúdo!

Cercamento: como ele influencia no bem-estar animal?

Para tratar desse tema tão complexo com perícia, entrevistamos Renato Paganelli Jaquetto, que é analista de mercado agropecuário da Belgo Bekaert Arames, empresa com mais de 50 anos de experiência no segmento. Para ele, precisamos entender a cerca como um “delimitador de área, capaz de evitar conflitos entre os animais e, por consequência, impactar a produtividade negativamente”.

Jaquetto também lembra que o objetivo de uma fazenda pecuária — seja de corte, seja leiteira — é oferecer a pastagem ideal para que os animais cresçam fortes e saudáveis, gerando uma proteína de melhor qualidade para o mercado consumidor.

Em sistemas de criação específicos, como o confinamento, o bem-estar tem um efeito decisivo para que os animais se desenvolvam da melhor forma possível. Na ausência desse fator, eles podem ficar estressados demais e sofrer com enfermidades altamente prejudiciais à produção.

Aproveitar o capim corretamente também é fundamental para que uma fazenda chegue aos resultados financeiros almejados, algo que está ligado ao cercamento. Isso porque é a posição da cerca que faz a divisão das diferentes áreas da propriedade, levando os animais a pastejarem no ambiente ideal. Sendo assim, torna-se viável aplicar o aproveitamento total espaço.

Em termos resumidos, pode-se dizer que o cercamento, o bem-estar dos animais, a produtividade e os tipos de cerca estão bastante alinhados. Entenda, no próximo tópico, como escolher o melhor arame!

Arame liso x arame farpado: qual é o melhor tipo de cerca?

Antes de tudo, é necessário compreender que não existe um tipo perfeito para todas as situações. As circunstâncias e as condições da propriedade precisam ser levadas em consideração.

“Atualmente, no Brasil, a maioria das cercas é feita de arame farpado ou arame liso. Também existe a cerca elétrica, que está sendo utilizada devido às divisões de pastagem, e que podem baratear muito o custo da construção”, afirma Jaquetto. Porém, não são só essas três modalidades que existem: também há cercas feitas com telas, como é o caso das telas Cercar e Campestre, que podem ser usadas para bovinos e para ovinos.

O especialista vai mais adiante e pondera que “fora do Brasil, na Europa ou na América do Norte, essa telas já são amplamente utilizadas, em áreas de reserva e mesmo em propriedades, porque dão uma segurança maior ao cercamento, por serem mais fechadas e resistentes”.

Característica das cercas de arame liso

“A cerca de arame liso é mais indicada para áreas planas, em que não há muita mudança de direção: aclive, declive ou para os lados. O que encarece esse modelo de cerca são os esticadores, que devem ser estruturas mais rígidas, com maior firmeza, isto é, precisa ser uma construção elaborada”, diz o especialista.

O limite de distância entre um esticador e outro é de 500 metros em terrenos planos. Terrenos em que seja necessário colocar esticadores muito próximos um do outro inviabilizam a cerca de arame liso, e nesse caso é indicado utilizar outros tipos de cercamento, em que a estrutura dos esticadores seja menos elaborada e, portanto, mais barata. Portanto, o arame Z-700 é uma ótima escolha para esse tipo de cerca, já que sua carga mínima de ruptura é 700Kg.

Característica das cercas de arame farpado

“A cerca de arame farpado ainda é a mais utilizada no mundo inteiro”, pondera Jaquetto. Segundo ele, a sua desvantagem é o custo, porque ela tem uma elasticidade menor, gerando a necessidade de se colocar as madeiras mais perto umas das outras.

Em termos de arame, madeira e mão de obra, ela fica mais cara. Em contrapartida, é a mais indicada para terrenos onde há uma grande oscilação de direção e relevo.

“Com o arame farpado, não é preciso ter um esticador tão bem elaborado quanto o de arame liso — basta recorrer a um morão com uma trava, sendo que a distância máxima de colocação entre esses indicadores seria de 250 metros, em média.”

O analista ainda aponta que a distância entre as estacas deve ser de, no máximo, a cada seis metros, com uso de um bom balancim ou distanciador, como o Açofix. O arame farpado Motto, que aguenta uma carga de até 350Kg, é um dos acompanhamentos mais indicados para fazer uma cerca desse tipo.

Características das cercas elétricas

A cerca elétrica ganha cada vez mais popularidade por estar associada a um custo mais baixo, já que demanda estruturas mais finas e leves. Ela é indicada para divisões de pastagem dentro da propriedade, principalmente.

Segundo Jaquetto, “os esticadores podem ficar com 500m de distância entre si e as estacas intermediárias, de 20 até 30m. O comum é usar três fios de arame, em que um é eletrificado e os outros dois, aterrados. Assim, haveria o contato positivo e negativo quando o animal encostar, gerando o choque. Com isso, ele se afasta e não força a cerca”.

Esse tipo de cerca é construído tanto com arame liso. O modelo ZZ-700 Bezinal desponta com a melhor alternativa nesse caso, porque tem uma galvanização pesada e é formado por 5% de alumínio, o que aumenta sua vida útil.

Como a utilização da cerca ideal possibilita o aumento da produtividade?

O cercamento do gado de corte está longe de ser apenas um detalhe da produção. Quando levado a sério, ele impede que os animais fujam, invadam a lavoura e fiquem mais estressados em sistemas de criação específicos. Assim, a produtividade tende a crescer.

Portanto, mais do que saber qual é o melhor tipo de cerca, você deve analisar as particularidades de sua fazenda e entender qual deles se encaixa melhor em suas necessidades. Não se esqueça de caprichar na instalação e escolher materiais de qualidade comprovada pelo mercado!

Se você gostou do artigo, não se esqueça de assinar nossa newsletter gratuita e garantir conteúdos exclusivos diretamente em seu e-mail!

Powered by Rock Convert
Deixe um comentário