Previsão de vendas de insumos: como calcular e não errar nas compras?

previsão de vendas

Realizar a previsão de vendas pode ser o ponto decisivo entre o sucesso e o fracasso da sua loja de produtos agrícolas. Afinal, esse conceito se baseia em um planejamento estratégico que vai nortear o desenvolvimento do negócio rumo aos objetivos de faturamento definidos por você.

Durante esse processo, é feita uma previsão de quanto o seu estabelecimento deve vender, baseando-se em dados dos períodos anteriores e nas tendências do mercado de atuação. Assim, é possível evitar prejuízos e satisfazer as demandas futuras.

Mas então, como essa projeção impacta os negócios, na prática, e qual é a melhor forma de calculá-la? É o que vamos abordar a seguir!

Qual é a relevância da previsão de vendas?

A previsão de vendas permite não só que você estime o faturamento dos próximos meses, mas que estabeleça também algumas metas de crescimento para a loja. Além disso, com o planejamento, você conseguirá identificar as melhores oportunidades de investimento, podendo se preparar para possíveis crises ou meses em que o movimento de clientes é reduzido.

Essa projeção fornece uma análise precisa de todo o histórico de vendas, proporcionando mais transparência em relação às mudanças necessárias para otimizar os recursos, alocar melhor os gastos e estabelecer estratégias coerentes de marketing. Assim, o empresário ainda consegue gerenciar o estoque e se organizar para atender o consumidor em demandas sazonais.

Todo esse preparo evita prejuízos e dá mais clareza no momento da aquisição de produtos. Isso porque fica mais simples identificar os itens que não terão muita procura e entender porque isso ocorreu. Em seguida, é possível pensar em ações específicas para alavancar a saída de um insumo que tenha baixa rotatividade naquele mês.

Outra vantagem da previsão de vendas é que ela ajuda a traçar metas realistas para a sua equipe. Dessa forma, você pode propor desafios aos vendedores, como premiações ou bônus, sempre baseado-se em objetivos alcançáveis.

Como é possível calcular a previsão?

Existem diversas maneiras de calcular a projeção de vendas. A escolha correta dependerá do seu objetivo e do que se adapta melhor ao perfil do negócio. Vale lembrar que você pode encontrar diversos modelos prontos, mas é preciso adequá-lo à sua realidade, afinal, cada loja tem suas necessidades e desafios. Confira as principais opções!

Analisar vendas anteriores

Para fazer a previsão, por mais que o foco do empresário seja aumentar o seu faturamento, é importante manter os pés no chão e avaliar como foram as vendas até então. A melhor maneira de obter esse parâmetro é analisando o histórico.

Para isso, você pode montar gráficos que apontem os valores alcançados nos últimos meses e anos. Dessa forma, será possível identificar alguns padrões e otimizar as saídas futuras. Essa prática também ajuda a perceber qual é o produto mais requisitado e em qual época do ano, preparando a loja para oferecer os insumos necessários.

Essa avaliação permite que as compras sejam realizadas de forma mais inteligente. Desse modo, a loja será abastecida por itens que realmente serão vendidos, evitando gastos desnecessários com estoques que só terão saída na próxima temporada.

Observar o mercado

Fatores externos impactam totalmente o desempenho da sua loja. Ou seja, crises financeiras e novidades no mercado podem afetar o volume de vendas. Por isso, fique atento às mudanças e ao modo como elas abalam o setor agropecuário. Leia publicações sobre o assunto, converse com os fazendeiros e produtores da região, mantenha-se sempre informado. Essa observação pode evitar que você faça um investimento em insumos que ficarão parados no estoque.

Avaliar a concorrência

Também conhecido como benchmarking, esse processo trata basicamente de analisar a concorrência. Entre os pontos, você pode avaliar o atendimento, o faturamento, se a loja investe no comércio online, preços e marcas com que trabalha, o horário de maior movimentação, entre outras informações que forem essenciais e acessíveis.

Identificar o produto mais vendido ou a dificuldade de atendimento das outras lojas são dois pontos que podem ser considerados no planejamento. Assim, torna-se viável desenvolver esses aspectos e se destacar, atraindo a preferência do consumidor.

Utilizar o ponto de equilíbrio

Calcular o ponto de equilíbrio é um passo essencial para a sua empresa. Com essa apuração, você vai descobrir exatamente o quanto precisa faturar por mês para manter a saúde financeira do seu negócio e saber a partir de qual valor alcança lucros.

Nesse caso, a princípio, é feita uma projeção de custos, incluindo gastos fixos e impostos, para entender o mínimo necessário de vendas e cobrir essas despesas. Baseado no ponto de equilíbrio, é possível estabelecer um panorama das saídas de produtos e identificar o valor de renda que você pretende alcançar no mês.

Usar ferramentas práticas

Para fazer a previsão de vendas, principalmente quando se trata de entender a rotatividade de produtos, é indispensável usar ferramentas simples e práticas durante o acompanhamento. Se o controle for complexo ou levar muito tempo, o processo fica insustentável.

Por isso, invista em planilhas ou softwares de gestão para fazer essa supervisão de maneira precisa. Essas soluções permitem a geração de gráficos posteriores para conferir o resultado e entender possíveis tendências.

Considerar estratégias

A loja pode abrir uma nova filial, mudar para uma localização que apresente maior movimento ou contratar vendedores externos. Esses fatores devem serem considerados na hora de realizar a projeção de saída de mercadorias.

Outra estratégia importante a ser lembrada é a parceria com algum fornecedor em especial. O foco na comercialização de produtos da marca deve ofuscar os demais, então as compras precisam ser ajustadas de acordo com esse contrato.

A fim de que a projeção funcione, não basta determinar qual o valor a ser obtido no mês. É indispensável monitorar esses faturamentos, para uma melhor compreensão de como está o desenvolvimento da loja e quais são os pontos a serem ajustados.

Sem um bom acompanhamento, a previsão de vendas é totalmente inócua e não impacta as ações da loja. Afinal, ela deve ser uma referência para guiar as próximas decisões e mudanças.

E você, aplica esse planejamento na sua loja? Acha que a prática pode ajudar nos seus negócios? Deixe um comentário falando da sua experiência e como trabalha com esse conceito!

Deixe um comentário