Passo a passo para construção de cerca rural

  • Home
  • Agro
  • Passo a passo para construção de cerca rural
construção de cerca

As cercas estão presentes em quase todas as regiões de uma propriedade rural, dada a variedade de funções e a importância que têm no desenvolvimento das atividades agropecuárias. Para a construção de cerca o produtor deve, claro, ter um objetivo bem traçado (delimitação da fazenda ou contenção de animais, por exemplo), pois é em vista disso que o aramado será erguido.

Depois de ter a meta estabelecida, deve-se levar em conta fatores como características do terreno, tamanho da cerca e orçamento disponível. A partir disso, então, são definidos os materiais que serão utilizados, focando sempre na resistência e na durabilidade da cerca rural.

Mas como deve ser feita a construção da cerca para que ela seja eficaz e tenha um bom custo-benefício? Veja as dicas que trouxemos para você ao longo deste artigo!

Por que construir uma cerca rural?

As cercas são estruturas fundamentais de qualquer propriedade rural. A sua função primordial é estabelecer limites e, dessa forma, promover a segurança daquilo que se cerca. Entre as inúmeras razões para se construir uma cerca rural podemos destacar as seguintes:

  • dividir diferentes propriedades;
  • isolar áreas cultivadas de animais domésticos e silvestres;
  • subdividir as pastagens em piquetes para melhor aproveitamento do pasto;
  • isolar áreas perigosas, benfeitorias, açudes ou áreas de preservação ambiental;
  • conter animais de criação;
  • fazer a segurança da propriedade.

Quais tipos de cerca existem?

Existem muitos tipos de cercas que se diferenciam, fundamentalmente, pelos materiais utilizados na sua construção. Sendo assim, elas podem ser feitas totalmente de madeira ou de arame (nesse caso, os mourões podem ser de madeira ou de concreto). Veja a seguir as variedades de cercas convencionais.

Cerca de madeira

As cercas de madeira são comumente utilizadas nos arredores das dependências domésticas e para a construção de currais. Nesse caso, elas conferem maior força e estabilidade para manter os animais em áreas, normalmente, pequenas.

Cerca elétrica

A cerca elétrica é amplamente utilizada para fazer a segurança no entorno da propriedade, mas também para conter os animais. Além de guardar o rebanho em determinada área, a estrutura mantém afastados os animais silvestres.

A corrente elétrica gera um pequeno desconforto nos animais que, normalmente, não se aproximam após o primeiro contato. Contudo, o produtor deve ter alguns cuidados com a cerca elétrica rural para que ela seja instalada de maneira eficiente e segura.

Cerca de arame liso

Depois de avaliar o objetivo para construir a cerca, as características do terreno são o fator determinante para a escolha do aramado. O arame liso (ovalado) é mais indicado para terrenos planos, devido à sua elevada carga de ruptura — o que permite a sua estiragem em longas distâncias.

Ou seja, o número de esticadores pode ser menor, bem como a distância entre eles e entre as madeiras intermediárias.

Cerca de arame farpado

A cerca de arame farpado é a mais comumente vista nas propriedades rurais, pois pode ser construída com curvas e desníveis sem comprometer o esticamento do aramado. É recomendada, portanto, para terrenos acidentados, montanhosos ou com declividades acentuadas.

O arame farpado também confere maior custo-benefício para esses tipos de terrenos, uma vez que ele reduz o número de esticadores ao longo da cerca (o que encareceria a construção de uma cerca de arame ovalado em terreno irregular).

Quais materiais utilizar na construção de cerca?

Como mencionamos, a construção de cerca deve ser realizada de acordo com as características do terreno e, em função disso, o produtor adquire os materiais que serão utilizados.

Ao escolher o tipo de cerca, também deve-se considerar o comportamento de cada animal que será contido. Cabras, por exemplo, testam muito as cercas, pulando ou andando sobre elas, e a cerca deve ter um espaçamento menor entre os fios (que não permita a passagem de suas cabeças).

Além dos arames, você precisará de mourões (ou palanques), que são as estruturas que servem para dar sustentação às cercas. Eles podem ser feitos de madeira, de concreto ou de metal, e a escolha entre eles se baseia no tipo de terreno (pois serão enterrados no solo), no tipo de arame (cada um exige um travamento específico) e no investimento que se pode arcar.

As cercas podem ser definitivas ou temporárias, e os materiais utilizados devem se adequar ao seu uso. Cercas definitivas exigem arame liso ou farpado, e mourões de metal galvanizado são interessantes, pois conferem maior durabilidade ao cercamento.

As cercas temporárias, por sua vez, podem ser construídas com arames mais finos e mourões de madeira (de boa qualidade), que facilitem o manuseio e o reaproveitamento dos materiais. Esse pode ser o caso, por exemplo, das cercas para a produção de gado de corte.

Como calcular o tamanho ideal?

Para calcular o tamanho ideal da cerca a ser construída você precisa conhecer muito bem a sua propriedade e esboçar um desenho ou planta baixa da área que será delimitada. É preciso medir o terreno, definir os pontos de demarcação e, claro, levantar todas as informações que mencionamos no tópico anterior, tais como:

  • tipo de estrutura;
  • tipo de cerca;
  • finalidade da cerca;
  • espécie animal a ser contida;
  • tipo de solo;
  • condições ambientais da região.

Essa talvez seja a parte mais trabalhosa da construção de cerca, pois esses detalhes precisam ser bem estabelecidos para que não haja intercorrências na instalação da cerca, como a falta ou a sobra excessiva de materiais.

Contudo, para facilitar a vida do produtor, o aplicativo Belgo Agro permite inserir as configurações específicas da propriedade e da cerca que deseja instalar, calculando o tamanho da cerca, bem como a quantidade de materiais que devem ser empregados.

Como construir uma cerca rural?

Com todas essas informações e todo o material necessário em mãos, veja, agora, como construir uma cerca rural.

Demarque o local

Demarque o local por onde a cerca passará e alinhe os buracos que serão escavados para fixar os mourões.

Fixe os mourões

Os palanques devem ter 1 m da sua estrutura enterrada, e é crucial a instalação dos travesseiros na sua base. Isso faz com que os mourões mestre e contramestre suportem a tração dos arames sem se movimentarem, principalmente em terrenos moles, fofos ou alagados.

Alinhe os locais onde serão fixados os mourões intermediários e soque bem a terra para que permaneçam firmes.

Instale o arame

Após ter fixado todos os palanques e tendo a altura de todos bem definida, instale os fios de arame farpado ou liso. Caso esteja usando um arame farpado, comece instalando o fio superior e fixe-o no mourão para, então, desenrolá-lo até o próximo mourão. Isso evita que os fios se enroquem uns nos outros.

Mantenha a mesma distância entre os fios e instale balancins para manter a integridade da cerca.

Estique o arame e finalize com grampos

Estique bem o arame ao alcançar cada mourão, estabelecendo a tração necessária nos fios. Faça o arremate em cada fio e, então, finalize a instalação do arame com grampos galvanizados. Isso preserva a qualidade da cerca.

As cercas rurais são de suma importância e determinantes para a boa qualidade das atividades agropecuárias. Para realizar uma construção de cerca que seja eficiente é essencial conhecer bem o terreno, definir o objetivo e escolher materiais de excelência, que proporcionem resistência e durabilidade ao aramado.

Nosso artigo foi esclarecedor para você? Gostaria de receber mais informações relevantes como estas sobre agronegócio? Assine nossa newsletter e acompanhe, com exclusividade, todas as nossas atualizações!

Deixe um comentário