Como contratar bons vendedores para sua loja agrícola? Aprenda em 6 passos

como-contratar-bons-vendedores-para-sua-loja-agricola-aprenda-em-6-passos.jpeg

Você realmente sabe como contratar bons vendedores para a sua loja agrícola? Afinal, quais aspectos considerar ao fazer essa contratação? Quais são as competências profissionais que um vendedor deve reunir?

Levando em conta a grande importância do tema, preparamos este artigo. Durante a leitura, mostraremos 6 passos para que você monte a melhor equipe. Dessa forma, seu negócio estará apto a alcançar os melhores resultados.

Boa leitura!

Como está o setor de vendas de insumos agrícolas na atualidade?

De algumas décadas para cá, conduzir uma loja de produtos agrícolas ao sucesso se tornou uma missão ainda mais desafiadora. A exigência do mercado e o acesso dos consumidores à informação exigiram que algumas mudanças fossem feitas. Isso se deu, principalmente, em relação ao atendimento e à satisfação do cliente.

Consequentemente, o setor precisou responder a essas alterações no comportamento de consumo geral. Dessa forma, gerentes e proprietários perceberam que não bastava mais fazer uma boa gestão de estoque — era preciso oferecer algo que estivesse além dos preços e dos produtos.

Nesse sentido, vendedores capazes de oferecer apoio técnico para a compra foram ganhando cada vez mais espaço. No próximo tópico, você entenderá quais as características mais importantes de um bom vendedor.

Quais são as principais características de um bom vendedor?

Além de apresentar uma boa comunicação interpessoal e ter a capacidade de se adaptar a diferentes situações, bons vendedores de insumos agrícolas precisam de outras habilidades profissionais. Conhecer muito bem os produtos com os quais estão lidando é só uma delas.

Nesse contexto, é comum imaginar que colaboradores mais experientes podem oferecer mais ao seu negócio. Porém, apesar de conhecer o ramo, também é possível notar pontos negativos na contratação de alguém que está há mais tempo no mercado. O fato de ser um conhecedor pode fazer com que o colaborador se sinta motivado a manter certos hábitos e vícios de conduta que não sejam compatíveis com o perfil de sua loja.

Consequentemente, é de se imaginar que eles possam apresentar resistência a treinamentos de vendas e especializações, por exemplo. Em contrapartida, aqueles que não têm muitos anos de atuação na área são mais suscetíveis ao aprendizado e podem se adequar com mais rapidez às novas demandas.

Potenciais talentos, dispostos a aprender novas técnicas de vendas, são mais que bem-vindos, desde que sejam devidamente preparados — isso ajuda a evitar erros na hora de vender. Caso precise montar uma equipe numerosa, tente mesclar a experiência com a juventude. A prática pode fazer com que haja um permanente clima de motivação entre os colaboradores.

Como contratar bons vendedores?

1. Analise a comunicação

Como mencionamos, comunicar-se bem é um requisito indispensável para quem atua com vendas. Se, no momento da entrevista, o profissional não conseguir articular suas falas, isso pode ser um mau sinal.

Os movimentos gestuais, bem como a entonação de voz e a linguagem, são os fatores que mais merecem atenção. Considere que todos os detalhes podem influenciar, positiva ou negativamente, nas decisões de compra que o cliente toma. Portanto, tenha bastante atenção a esses traços na hora da contratação.

2. Avalie o conhecimento específico sobre os produtos

Imagine que você precisa comprar um relógio à prova d´água. Ao chegar ao estabelecimento comercial, você encontra um vendedor despreparado, que não sabe explicar muito bem até que ponto o relógio resiste à submersão. Você compraria o produto ou não?

Pense que seus clientes podem passar por esse mesmo tipo de situação ao entrar em sua loja. Afinal, você não quer que eles desistam de comprar os insumos em seu empreendimento, não é mesmo?

Sendo assim, garanta que sua equipe seja formada por atendentes capacitados, que saibam como fazer boas indicações aos clientes, solucionando dúvidas específicas. Mais do que ser persuasivo ou ter um bom tato para combinar ofertas, ele deve compreender as dores da clientela e encontrar os melhores caminhos para solucioná-las.

3. Considere a proatividade

A proatividade pode até não ser um pré-requisito tão essencial quanto as competências anteriores. Ainda assim, trata-se de um diferencial no dia a dia do negócio.

Isso porque um bom vendedor é aquele que consegue bater as metas estabelecidas — e até mesmo superá-las. Contudo, uma equipe marcada pela proatividade pode surpreender, auxiliando na realização de tarefas que não estavam inicialmente previstas em suas funções.

4. Não se esqueça das habilidades de negociação

Atendentes que insistem em uma venda e agem de maneira agressiva, coagindo o cliente a todo custo, não têm mais a influência que tinham há alguns anos. Se o perfil de consumo mudou, o jeito de interagir também precisa seguir essa nova toada.

Abordagens amigáveis e estratégias de vendas estruturadas previamente se mostram como práticas mais eficazes para atender ao consumidor atual. Saber mostrar as qualidades dos produtos, bem como os benefícios que eles oferecem ao cotidiano do produtor, são habilidades de negociação mais do que bem-vindas.

5. Planeje o processo seletivo

Se você deseja contar com as pessoas certas para o exercício da função, também é preciso planejar um processo seletivo coerente, que consiga atrair os melhores profissionais da área.

É de suma importância disponibilizar informações sobre salário, carga horária e funções. Não se esqueça de listar as competências e características exigidas para a vaga. Desse modo, a tendência é que haja uma seleção prévia de candidatos e candidatas mais alinhados ao projeto estabelecido para a montagem da equipe.

6. Ofereça benefícios compatíveis com o mercado

Oferecer benefícios compatíveis não só ajuda a atrair os talentos mais habilitados, mas também é extremamente útil para retê-los em seu estabelecimento. Lembre-se de que o mercado é competitivo e, para manter seus colaboradores devidamente motivados, é necessário pensar na qualidade de vida deles e na satisfação que eles têm com o trabalho.

Enfim, não é tão difícil saber como contratar bons vendedores, concorda? A dedicação ao processo seletivo e a procura por qualidades específicas devem ser os maiores critérios. Portanto, não deixe esses pontos de lado e, assim, você se aproximará da melhor equipe para a sua loja de produtos agrícolas.

Se você gostou do artigo e quer compartilhar suas dúvidas e opiniões conosco, aproveite para deixar um comentário!

Deixe um comentário