Belgo Eletrix: máximo desempenho e durabilidade em sua cerca elétrica

  • Home
  • Agro
  • Belgo Eletrix: máximo desempenho e durabilidade em sua cerca elétrica

A instalação de uma cerca elétrica requer uma série de cuidados, não é mesmo? Um dos primeiros passos para finalizá-la com êxito é acertar na escolha do arame — ele deve reunir desempenho e durabilidade. Nesse contexto, o Belgo Eletrix desponta como a melhor opção do mercado.

Para que você entenda por que esse produto é tão reconhecido e entenda quais são seus benefícios, conversamos com o especialista Bruno Nolasco — executivo de negócios da Belgo Bekaert Arames, que é líder no mercado brasileiro de produção de arames há mais de 20 anos. Confira!

Por que escolher o Belgo Eletrix?

De acordo com Bruno, o Belgo Eletrix é recomendado para cercas elétricas instaladas no meio rural e pode ser usado para diferentes tipos de criação, como bovinos, equinos, suínos e ovinos. “Ele é muito resistente, pois suporta 500 kgf e conta com uma camada pesada, isto é, com elevadas quantidades de zinco na galvanização”, justifica.

De forma resumida, o Eletrix é um fio de aço e, assim como outros modelos, precisa de um revestimento para ter maior durabilidade, porque ficará exposto ao ar livre e às variações climáticas. “A norma brasileira fala em camadas leves e pesadas. Uma camada leve, nesse tipo de arame, corresponderia a algo em torno de 70 gramas de zinco por metro quadrado. O Eletrix tem, no mínimo, 180 gramas”, aponta o especialista.

O zinco serve para melhorar a vida útil do arame e retardar sua oxidação. Sendo assim, ter uma camada espessa desse componente vai fazer com que ele dure muito. Na cerca elétrica, tal proteção é ainda mais importante, porque o arame oxidado cria uma resistência para a passagem do choque na cerca. Consequentemente, um arame que se oxida com rapidez demanda trocas frequentes.

É oportuno frisar que o choque produzido pela cerca não depende da conexão com a energia elétrica — é preciso ter um aparelho próprio para causar o choque e conter os animais e este aparelho que deve ser ligado a rede elétrica ou a uma bateria ou a um painel solar. Com a oxidação, pode ser necessário colocar um aparelho mais forte para que o efeito continue funcionando, o que nem sempre é uma boa saída, pois gera custos adicionais. Em contrapartida, o Eletrix foi desenvolvido para ter uma vida útil bem acima da média.

Quais são as indicações de uso e características do Belgo Eletrix?

De modo geral, estas são as principais especificações técnicas do Belgo Eletrix:

  • 500 ou 1000 metros de comprimento;
  • 500 kgf de carga mínima de ruptura;
  • camada pesada de zinco (maior durabilidade);
  • 2,10 mm de diâmetro (bitola) ou fio 14;
  • suporta entre 10 e 15 mil volts;
  • 0,049 Ω/m de resistividade elétrica.

O modelo pode ser tratado como um fio fino e leve, característica que ajuda a reduzir seu custo e a baratear a construção das cercas, visto que os postes e/ou estruturas usados para manter a altura do arame ficarão mais afastados uns dos outros. Em uma cerca normal, eles são colocados com 6 metros de distância, no máximo; na elétrica, a média é de 20 metros ou mais. “Afinal, a madeira e a mão de obra são os custos mais altos de qualquer cerca”, pondera Bruno.

Ele é indicado para todo o tipo de cerca elétrica rural — principalmente para as que são usadas em pastejos rotacionados para gado de corte e de leite. Isso acontece quando a fazenda é dividida em trinta pastos e os animais ficam em um pasto por dia. Depois de um mês, o ciclo se repete. 

Outro ponto positivo do produto é não ter nenhuma contraindicação de uso. Contudo, deve-se seguir a recomendação de usar placas de advertência, a fim de avisar que a cerca é eletrificada. Se ela estiver instalada perto da estrada e/ou houver circulação de pessoas por perto, o aviso é necessário.

A zincagem elevada, como mencionado no tópico anterior, é fundamental para a durabilidade, mas também “cumpre a importante função de ajudar na condutibilidade elétrica, porque o zinco é um bom metal condutor”, destaca Bruno.

Como o Belgo Eletrix contribui com a segurança?

A cerca elétrica faz um cercamento efetivo pelo choque e pelo condicionamento. Ou seja, quando um gado toma o choque uma ou duas vezes, ele evitará encostar no arame de novo. Além disso, mesmo que o animal faça um movimento para frente, o Eletrix consegue suportar até 500 kg de força. Trata-se, portanto, da combinação entre ótima condutibilidade e grande resistência, o que é bem proveitoso para os sistemas de pastejo rotacionado, confinamento e outras estratégias de criação.

Para a segurança da propriedade, a eletricidade conduzida pelo arame confere uma proteção adicional em diversas ocasiões, dificultando a passagem de pessoas por baixo ou por cima.

Cabe lembrar que, por conta da baixa amperagem e do fato de ser um choque intermitente, nem pessoas nem animais ficarão presos na cerca. Além disso, eles não sofrerão danos contínuos ou correrão risco de vida — o efeito imediato ao encostar é repelir o corpo, apenas.

Como ele ajuda a aumentar a vida útil da cerca elétrica?

Em primeiro lugar, é preciso ter cuidado com o armazenamento do arame antes de colocá-lo na cerca. O ideal é guardá-lo em um local seco, coberto e protegido da umidade, para ficar longe de insumos químicos, adubos, rações e sal mineral.

“Muitos produtores compram o produto na loja, levam para a propriedade e armazenam de forma incorreta, o que ajuda a corroer o arame antes do tempo”, adverte Bruno. O especialista também recomenda que a aplicação de adubos e herbicidas no pasto seja feita com certa distância da cerca para aumentar a sua vida útil.

Enfim, o Belgo Eletrix, em virtude de sua elevada durabilidade e dos materiais de qualidade usados em sua composição, é a melhor escolha para fazer cercas elétricas em propriedades rurais. Acredite: esse investimento pode contribuir bastante com a produtividade de suas criações.

Se você gostou do conteúdo, aproveite a oportunidade para baixar o nosso e-book gratuito sobre a aplicação de arames na pecuária — ele pode ajudar muito em sua rotina!

Deixe um comentário